Keblinger

Keblinger
O sucesso Titanic volta a ser exibido nos cinemas, agora em 3D. Confira as salas e horários!

29 de jul de 2010

Os Fantasmas de Scrooge

Quando Robert Zemeckis mostrou ao cinema a tecnologia usada no excelente “Expresso Polar” pensei que teríamos muitos filmes do gênero a seguir, afinal, é um excelente trabalho, contudo somente Zemeckis é quem parece dominar o recurso, pois os outros filmes que utilizaram a tecnologia são “Beowulf” e este “Scrooge”, ambos do diretor em questão.

Em “Os Fantasmas de Scrooge”, versão do diretor para o famoso conto de Charles Dickens chamado “A Christmas Carol” (nome original do filme em inglês), Zemeckis faz mais um memorável trabalho com a tecnologia, nos dando um filme visualmente perfeito e com uma grande atuação de Jim Carrey. O único problema foi que ele se preocupou tanto em fazer um excelente trabalho atrás das câmeras (o que de fato conseguiu), que deixou de lado um pouco o roteiro, que se baseia fielmente no conto, mas acaba tornando a historia rápida e superficial demais, apoiando-se mais na tecnologia e atuação de Carrey. Mas vamos ao filme:

Ebenezer Scrooge (Carrey) é um velho que amedronta todos na cidade devido a seu jeito mal humorado e rancoroso. Como não gosta de celebrar o Natal, não deseja para ninguém uma boa festa. Porém há aqueles que ainda assim fazem um brinde ao velho, como seu fiel empregado Bob (Gary Oldman) e seu sobrinho Fred (Colin Firth). Certa noite, na véspera de Natal, Scrooge é visitado pelo espírito de seu falecido sócio, que diz que outros três espíritos virão assombrá-lo nos três dias que se seguirão. É então que ele passa a ser visitado pelos fantasmas do passado, presente e futuro. Os espíritos o levam a uma viagem estranha e emocionante, onde irão lhe fazer ver como seus Natais são diferentes entre si. Enquanto seu Natal do passado era feliz, seu Natal do presente é triste e seu Natal do futuro pode sequer nem existir. A partir daí, caberá a ele a decisão de como irá continuar sua vida.

Como falei acima, Zemeckis fez um excelente trabalho visual. O filme empolga, diverte e nos deslumbra, mas não chega a emocionar tanto quanto deveria, toque principal de Dickens neste conto.

“Os Fantasmas de Scrooge” é uma animação de primeira, que recomendo a todas as pessoas e é um filme que visto próximo ao Natal deve ter um impacto ainda maior.

Direção - Robert Zemeckis
Roteiro - Robert Zemeckis
Duração - 98 min
Genero - Animação/Drama
Nome Original - A Christmas Carol
Pais - EUA
Ano - 2009


0 comentários: