Keblinger

Keblinger
O sucesso Titanic volta a ser exibido nos cinemas, agora em 3D. Confira as salas e horários!

8 de out de 2012

Busca Implacável 2

Continuação desnecessária e bem ‘mais do mesmo’, mas ainda assim um bom entretenimento.

Há tempos que Luc Besson não dirige um bom filme e há tempos que não escrevia um bom roteiro, até o ótimo “Busca Implacável” de 2008, estrelado por Liam Neeson. Na época foi uma grande surpresa, um filme empolgante, mas que deveria ter sido um só. Porém, como o que dá lucro gera continuações, após 4 anos temos este desnecessário “Busca Implacável 2”, que poderia ser muito bem “Busca Implacável Remix”, já que a história é praticamente a mesma do antecessor, o que muda aqui é a direção: sai o super competente Pierre Morel (“13º Distrito”) e entra o esforçado Olivier Megaton (“Carga Explosiva 3”).

Esta continuação mostra o personagem de Neeson, a meu ver mais preguiçoso que no filme anterior, (não sei se é mesmo o personagem, ou se seria o ator, que aceitou fazer a continuação pelo lucro – o filme inclusive já arrebentou nas bilheterias), porém bem mais habilidoso, fazendo o que faz de melhor, como ele mesmo cita em uma das falas do filme. Creio que esta habilidade citada, que vemos em demasia no filme, seja um dos trunfos desta sequencia e mostra realmente o quão ‘safo’ é o personagem. As cenas dele e sua filha (interpretada mais uma vez pela bela Maggie Grace – que tem aqui uma ótima atuação) são outro ponto positivo do filme, mas para por aí, o resto é mesmice.

A direção de Megaton é esforçada, mas fraca, o que me incomodou bastante em vários momentos, pois acho que ele quis mostrar tantos ângulos para a mesma cena que ficou forçado, perdido, como se não houvesse uma continuidade, mas sim uma colagem de ações num único take. O próprio roteiro de Besson e Robert Mark Kamen está mais fraco, preguiçoso, piegas, enfim...
“Busca Implacável 2” é um bom entretenimento, com boas sacadas e cenas de ação, mas história fraca e conhecida comprometem a inteligência do espectador, que precisa desligar o cérebro para não se chatear e curtir esta sequência.






Direção - Olivier Megaton
Roteiro -  Luc Besson and Robert Mark Kamen
Duração - 91 min
Genero - Ação/Policial
Nome Original - Taken 2
Pais - França
Ano - 2012


0 comentários: