Keblinger

Keblinger
O sucesso Titanic volta a ser exibido nos cinemas, agora em 3D. Confira as salas e horários!

21 de dez de 2010

Enterrado Vivo

Ryan Reynolds estrela sozinho este thriller claustrofóbico, dirigido pelo espanhol Rodrigo Cortés e escrito por Chris Sparling.

Paul Conroy (Reynolds) é um motorista de caminhão no Iraque à serviço de uma grande empresa americana. Durante uma de suas viagens, seu comboio é atacado, culminando na morte de outros motoristas. Entretanto, o destino de Conroy é diferente, pois ele acorda dentro de um caixão, amarrado e com alguns itens a sua disposição e se da conta de que fora “Enterrado Vivo”.

A premissa do filme é tudo que o filme é: a luta de Paul para tentar sair do caixão, seja por conta própria ou não. Ele precisa entender o motivo de o terem posto ali e agüentar o tempo necessário para sobreviver.

O filme pode não agradar a muitos espectadores por ter apenas um ator e um cenário, mas o trabalho de Cortés na direção e a atuação de Reynolds valem cada segundo deste angustiante, tenso e totalmente claustrofóbico thriller.

“Enterrado Vivo” é ousado, diferente e inteligente, mostrando que não é preciso milhões de dólares e muitos astros para termos um grande filme. Basta uma excelente idéia e ótimos executores e isso temos de sobre neste que é um dos melhores e mais interessantes filmes do ano.

Direção - Rodrigo Cortés
Roteiro - Chris Sparling
Duração - 95 min
Genero - Drama/Thriller
Nome Original - Buried
Pais - EUA/Espanha
Ano - 2010


1 comentários:

Taí um filme que eu não tava muito empolgada pra ver e que me surpreendeu...

A atuação do Ryan Reynolds, que é sempre cômico, foi o que mais me surpreendeu... Ele deu conta de um papel super dramático num filme em que só existe ele como personagem... Muito corajoso da parte dele e do diretor tbm...

Vale MUITO a pena ser visto! Mas os claustrofóbicos devem passar longe :P